Blog de viagens escrito por Luísa e Marcelo Colombo. Roteiros de viagem, planejamento e notícias para inspirar e facilitar a viagem dos seus sonhos. 

Caso tenha dúvidas sobre como viajar, queira trabalhar em conjunto, ou simplesmente para dar um Olá, nos mande um e-mail. 

     

faleconosco@dizquefuiporai.com

As maiores ciladas nas viagens em família

28 May 2017

Quase fim do ano, férias escolares chegando, e as tradicionais férias em família estão sendo planejadas! E nada melhor do que conversarmos sobre as ciladas que te esperam nesse tipo de viagem! Não me entenda mal: Amo muito a minha família, e viajar com eles mais ainda! Mas viajar com a família inteira, como somos muitos, depende de muita paciência, organização, e, hum... novamente, paciência!

 

A minha família não é daquelas famílias pequenas e calmas que vejo muita gente por aí! Não, não, somos portugueses, barulhentos, e extremamente espaçosos! E se viajar em família pode te deixar em algumas ciladas, com a minha família então, será cilada na certa. 

 

Então, vem ver as maiores ciladas das viagens em família que você já passou ou vai passar! 

 

1. É difícil concordar nos passeios do dia. 

Cada dia de planejamento é um desafio diferente, de gerenciar as vontades de cada pessoa para os passeios, os desentendimentos (Ah, viagem de família sempre tem desentendimentos, né?), o clima, as expectativas, e tudo mais! Quando a viagem é em família, e essa viagem requer maiores locomoções, a situação complica! Aceite, provavelmente você ficará sem ir a algum passeio que você queria em prol do coletivo! Fazer o que, né?!

 

2. Organizar o almoço é mais complicado do que parece. 

Quando 22 pessoas saem juntas para passear, uma coisa simples como almoçar pode ser tornar um problema! Nem pense que você irá passar por um restaurante fofinho e escondido, e conseguirá mesa! Se não fizer reserva com alguma antecedência, almoçar vai ser uma questão, e vai todo mundo ficar com fome! Nada como decidir o que você quer comer (novamente, consenso entre 22 pessoas com vontades diferentes é um desafio) com 24 horas de antecedência! 

3. A locomoção é um desafio a parte. 

O planejamento começa assim: "Vamos visitar a cidade vizinha amanhã?" Show! Ótimo! Perfeito! Que maneiro! Só alugar uma van, e mais uns dois carros complementando para caber todo mundo (!). E lá vamos nós no comboio aproveitar o passeio. O que era uma simples viagem em família se torna praticamente uma viagem à la pacote turístico, com direito a guarda-chuva em um dia de sol para ninguém se perder! ;) 

4. Não tem como passar desapercebido. 

Sim, quando estamos viajando em família, e se a família é grande como a minha, não precisa daquelas camisetas de viagem não!! Você já nos verá de longe, ou pelos gritos, pelas risadas, ou pelo mar de gente andando junto mesmo, atrapalhando a passagem das pessoas normais, que ficam olhando com aquela cara de espanto. (Sim, grandes e barulhentos. Nos sabemos, e não dá para evitar!) Às vezes, você só quer enfiar a cabeça em um buraco, e ficar por lá! Mas aí lembra que não dá, e sua mãe provavelmente iria reclamar... Melhor não, né?

 

5. Tudo é motivo para piada. 

Tem horas que é muito desentendimento! Afinal, são dias e dias, todos juntinhos, do café da manhã até o jantar. Mas tem horas que a risada rola solta, que tudo é motivo para piada, desde a sua avó insistir pela milésima vez na roupa do seu irmão que ele está usando há 3 dias seguidos, ou se seu tio engatinha pelos vagões do trem fingindo estar escapando de uma missão, a la James Bond (Tio Júlio, essa é para você!) enquanto o seus primos filmam tudo para a posteridade! Bando de gente maluca, mas definitivamente que sabe entreter, não é mesmo?!

6. O conforto fica para depois. 

Já falamos que a família é grande, não é? Então, nada melhor (neste caso, mais econômico) do que alugar uma casa e dividir os custos! Ótimo, não é mesmo? Perfeito! Mais ou menos. Muita gente, pouco banheiro, zero privacidade, meus amigos! Ou seja, existe a luta para o banho, a luta pelas compras da geladeira (afinal, quem diria que seu irmão tem a mesma mania de roubar seu iogurte e deixar a jarra de água vazia na geladeira, depois de tanto tempo que saiu de casa?), a luta pelo descanso no sofá, entre outras. E no final do dia, quando você só precisa descansar as pernas, as pessoas vão pegando seus quartos, primeiro os mais velhos, depois os casais, e como seu namorado não pode ir na viagem porque tinha que trabalhar (Oi, Marcelo!), sabe o que sobrou para você? Parabéns, é o sofá da sala! E fique muito satisfeita que ele existe! 

 

7. São as memórias de viagens que vão ficar para sempre na sua memória! 

Viajar em família realmente oferecem grandes desafios, mas posso dizer que são as melhores viagens que já fiz na vida. Nada das ciladas que descrevi acima são maiores do que as lembranças positivas que tenho de caminhar com minha avó durante um passeio, abraçar meus irmãos, ficar mais tempo com meus primos e conhecê-los com mais intimidade. Sempre que lembro dessas viagens, meu coração se enche de saudade e barriga dói de tanto rir! São lembranças que vou guardar para sempre comigo! 

 

 

 

Please reload

+Histórias
Please reload

Nossas Categorias
Please reload

inscreva-se na nossa newsletter

Não quer perder nenhuma dica? Então inscreva-se na nossa newsletter!

Ah, nós também odiamos spam.