Blog de viagens escrito por Luísa e Marcelo Colombo. Roteiros de viagem, planejamento e notícias para inspirar e facilitar a viagem dos seus sonhos. 

Caso tenha dúvidas sobre como viajar, queira trabalhar em conjunto, ou simplesmente para dar um Olá, nos mande um e-mail. 

     

faleconosco@dizquefuiporai.com

[Review] Duo Housing Hostel - Washington DC

3 Oct 2016

Em julho fomos para a capital americana por uns dias, e lá fomos muito felizes! Foram dias de felicidade plena passeando pela cidade, que é linda, visitando museus e fazendo um "pub crawl" pelos bairros provando as maravilhas que as cervejarias americanas tem a oferecer. Mas uma coisa seja dita: não foi fácil encontrar hotéis ou hostels a preços convidativos por lá não! 

 

Depois de muito pesquisar locais que estivesse de acordo com o nosso orçamento, resolvemos ficar no Duo Housing Hostel, que tinha boas avaliações no TripAdvisor. 

 

 

Localização: 

O entorno é bem seguro de circular, mesmo para mulheres viajando sozinha. Dá uma olhada no mapa abaixo: O hostel fica em uma casa geminada em uma área bem tranquila de se hospedar em DC. Não é no centro de tudo, como Logan Circle, ou Adams Morgan, mas é perto o suficiente para você ir andando até os principais pontos turísticos de Washington, como o National Mall. Dá uma olhada no mapa aqui embaixo:

 
Acomodações: 
 
A Casa tem 4 andares ao todo, incluindo o porão e o terraço, andar onde está localizada a cozinha e uma pequena área de convivência com computadores de uso comum. No primeiro andar, o da entrada, tem máquinas de vendas, com refrigerantes e salgadinhos, e tem um bebedouro disponível aos hóspedes. Eles tem um terraço incrível, e super aconchegante que você pode comprar um jantar e levar para lá! Aproveitamos bem esse terraço, para descansar depois de um dia longo de passeio. A parte ruim, e na minha opinião, ruim mesmo, é que eles não aceitam bebidas alcoólicas depois das 10 da noite, e fecham o terraço. Isso impede bastante a social entre os viajantes, que são obrigados a sair do hostel, ou dormir cedo, e é bem chato. Nunca tinha ficado em um hostel que tivesse essas regras tão delimitadas, e me incomodou. 
 
O lugar é bem limpo, e não tivemos problema com isso, inclusive porque todos tem que deixar os sapatos no hall de entrada, o que ajuda bastante. Então, se você se incomoda em tirar os sapatos toda vez para entrar e sair do hostel, repense ficar aqui. Para nós, principalmente por ser verão, não tivemos um problema em si com isso. 
 
Ficamos em um quarto localizado no andar de baixo da casa, como se fosse o porão mesmo, sem janelas, mas um espaço bem amplo. O quarto tinha 10 camas estilo beliche, e armários de ferro para cada pessoa poder guardar seus pertences. O bom desse armário é que ele foi grande o suficiente para guardar a mochila inteira, o que garantiu a minha tranquilidade na hora de passear.
 
As camas era confortáveis, e os lençóis limpos. Havia tomadas em cada cama, o que facilitou bastante a nossa vida na hora de recarregar os eletrônicos, além de ser bem mais seguro. Tenho visto que os hostels em geral tem tomado essa precaução, e tem valido a pena, certamente. 
 
O wi-fi deles é gratuito funciona razoavelmente, mas podia ser melhor. Por exemplo, como estávamos no quarto do porão, era quase impossível conseguir uma conexão boa por lá, e isso foi bem chato. 
 
O banheiro estava sempre limpo e agradável, e os chuveiros funcionaram sempre bem. Sempre que fui usar, quase não tinha gente, então, acho que dá vazão para a quantidade de hóspedes. 
 
Eles oferecem toalhas de banho gratuitas, e você pode simplesmente pegar uma no hall, usar e colocar para lavar no cesto, sem precisar pendurar no beliche para secar, ou guardar na mochila, e isso foi bem mais prático. 
 
Preço: 
Quando fomos procurar por hospedagem em Washington, nos deparamos com uma grande dificuldade de encontrar preços acessíveis. Tudo estava muito caro, então, encontrar esse hostel foi uma grata surpresa. Reservamos com a devida antecedência pelo Booking, principalmente porque nossa viagem era no auge do verão, em pleno julho. Éramos três pessoas, e nosso quarto tinha 10 vagas, em beliches. Pagamos mais ou menos 35 dólares por pessoa, por dia. 
 
Conclusão: 
 
Esse hostel não é o melhor que já ficamos, nem de longe, mas oferece um lugar simpático e limpo para se hospedar, principalmente falando em DC. O fraco dele, poderia dizer, é a falta de estímulo para a convivência entre os viajantes, que é o grande barato dos hostels, que normalmente organizam passeios e saídas em conjunto. 
 
Achei que valeu a hospedagem, e não tivemos grandes problemas, mas não me daria ao trabalho de me hospedar lá novamente quando voltar a Washington DC. 
 
E você? 
Já esteve lá e tem mais informações para acrescentar?!
Comenta aí! :)
 
 
 
 
 
 

 

Please reload

+Histórias
Please reload

Nossas Categorias
Please reload

inscreva-se na nossa newsletter

Não quer perder nenhuma dica? Então inscreva-se na nossa newsletter!

Ah, nós também odiamos spam.